quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Parede de contêineres e construção de muro em Alcaçuz custa R$ 794 mil


A rivalidade entre facções dentro do presídio de Alcaçuz, em Nísia Floresta, custará ao Governo do Estado R$794.028,00. Para evitar que membros do PCC e do Sindicato do RN circulem livremente  pelos pavilhões do presídio após diversas mortes confirmadas, ⁠⁠⁠contêineres provisórios foram instalados para separar os pavilhões 4 e 5 (do PCC) dos pavilhões 1, 2 e 3 (do Sindicato RN). Posteriormente eles serão substituídos por um muro de concreto. O valor do contrato para essas instalações foi divulgado nesta quarta-feira (25) no Diário Oficial do Rio Grande do Norte.
De acordo com o contrato divulgado, a empresa MH Construtora Ltda-EPP terá 90 dias para realizar os serviços emergenciais e a conclusão do muro definitivo. Os custos englobam a instalação da barreira provisória com ⁠⁠⁠contêineres, construção de muro pré-moldados em concreto e reforço do sub-leito na faixa de terra existente entre a perimetral externa e o muro do Sistema Penitenciário de Alcaçuz. Veja em vídeo como será feita a instalação.
Para realizar o pagamento, o Governo do Estado utilizará verbas disponíveis em orçamentos das áreas de Segurança Pública e, também, direcionadas ao Sistema Prisional do estado, através da Secretaria de Justiça e Cidadania.
Fonte: G1.com

Nenhum comentário: