quarta-feira, 1 de abril de 2015

Jornal O Litoral - 2ª Edição - Março de 2015
















Direitos Autorais: Jornal Olitoral-RN
Seja um assinante: 84 9482-9967 / 9163-7217 / 9673-9583
e-mail: litoralnoticias_1@hotmail.com

terça-feira, 31 de março de 2015

Passando a limpo...



SE COMPLICANDO...
Demóstenes Torres acusa José Agripino de receber dinheiro de Carlos Cachoeira
 Em artigo, ex-senador denuncia envolvimento do presidente do DEM no chamado “esquema goiano”
O senador José Agripino Maia (DEM) volta ao noticiário político de maneira negativa. Depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) abrir inquérito para investigar crime de corrupção passiva contra o senador potiguar, por suposta participação no esquema de da Operação Sinal Fechado, em que é acusado de receber R$ 1 milhão em propina, Agripino agora é apontado pelo ex-senador Demóstenes Torres (ex-DEM) de ter se beneficiado financeiramente do esquema do bicheiro Carlinhos Cachoeira.
Ao escrever um artigo em que o alvo é o senador Ronaldo Caiado, líder do DEM no Senado, Demóstenes acusa Agripino e outros integrantes de sua chapa em 2010 no Rio Grande do Norte de terem se beneficiado de um “esquema goiano”, com intermediação de Caiado. “Caiado não ousou me defender, me traiu, mas, em relação a Agripino Maia, figura pouquíssimo republicana, disse que ele merece o benefício da dúvida. Poucos sabem, mas o político potiguar e seus companheiros de chapa em 2010 foram beneficiados pelo ‘esquema goiano’, com intermediação de Ronaldo Caiado”, afirmou Demóstenes.
O “esquema goiano”, segundo o ex-democrata, tem relação com o jogo do bicho, no qual o bicheiro Carlinhos Cachoeira prepondera. “Eurípedes Barsanulfo era prócer das máquinas caça-níqueis em Goiás. Ronaldo uma vez, inclusive, me pediu para interferir junto a Carlos Cachoeira para ampliar a atividade de Eurípedes no jogo ilícito. Simplesmente, disse a ele, como era verdade, que desconhecia a prática de ilicitudes por parte de Cachoeira”, conta Demóstenes no artigo.
Ainda em seu artigo, o ex-senador volta a citar Agripino, destacando que o potiguar é “dependente financeiro” do governador Marconi Perillo (PSDB). “Ronaldo Caiado, no afã de ser candidato a senador ao lado de Marconi Perillo, foi atrás de Aécio Neves e Agripino Maia (este dependente financeiro de Perillo) para que eles compusessem a chapa com coerência nacional, apesar de todo histórico de desavenças com o carcamano”, contou Demóstenes.
Procurador de Justiça, Demóstenes Torres foi cassado em julho de 2012 por quebra de decoro parlamentar. Ele foi acusado de usar o mandato para favorecer o bicheiro Carlos Cachoeira. Como resultado, ficou inelegível por oito anos. Ainda em seu artigo, ele acusa o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado, de ter sido financiado pelo contraventor Carlos Cachoeira nas campanhas que disputou à Câmara Federal nos anos de 2002, 2006 e 2010.
Segundo Demóstenes, as digitais da contravenção seriam facilmente identificadas com uma investigação nas contas de material gráfico, transporte aéreo e gastos com pessoal. As afirmações estão contidas em artigo publicado na edição desta terça-feira (31) do jornal Diário da Manhã, de Goiânia.

Dilma transforma Henrique Alves em ‘moeda de troca’ nos conflitos com o PMDB

 Imprensa nacional revela negociação da presidente com peemedebistas para aprovação de ajuste fiscal

O presidente do Diretório do PMDB no Rio Grande do Norte, ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves, se transformou em moeda de troca no embate entre o governo federal e o PMDB. Amigo do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), Henrique foi indicado pelo seu sucessor na Presidência da Câmara para assumir o Ministério do Turismo. Entretanto, o governo estaria condicionando a nomeação de Henrique ao apoio do PMDB aos ajustes fiscais que o governo quer implantar.
A revelação está na coluna do jornalista Claudio Humberto, publicada na edição de hoje, do jornal Tribuna do Norte – veículo, aliás, de propriedade de Henrique, que consta como diretor-presidente da empresa jornalística. Diz o colunista que, “para confirmar a nomeação de Henrique ao cargo de ministro do Turismo, Dilma Rousseff impôs a condição de obter apoio dos deputados federais do PMDB ao pacote fiscal do governo e à política de reajuste de aposentadorias”.
A nomeação de Henrique para o Ministério estava acertada desde a última sexta-feira e seria anunciada hoje pelo governo, mas foi posta em “banho-maria” para prêmio por bom comportamento futuro do PMDB futuro. Assim, o potiguar, de presidente da Câmara, passa a “peso morto” para a própria legenda, já que terá de servir de moeda de troca e como cala-boca à legenda. Sua nomeação, portanto, terá um preço altíssimo para o PMDB.
Agora, segundo Claudio Humberto, a nomeação de Henrique poderá ficar para depois da Semana Santa. Para completar o quadro adverso, o presidente da Câmara Eduardo Cunha trabalha com cenário oposto. Ainda segundo o jornalista, o sucessor de Henrique na Presidência da Câmara dos Deputados “só aceita discutir apoio a projetos do governo após a nomeação do seu amigo Henrique Alves”.
Líder do PMDB compara situação de Henrique a “cadáver insepulto”
O líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), cobrou uma decisão “rápida”. Para o deputado, a situação de Henrique Alves compara-se a de um “cadáver insepulto” enquanto não houver uma palavra final do governo sobre sua nomeação. “Precisa ter uma decisão rápida. Era uma coisa anunciada, que o pedido de investigação sendo arquivado pelo Ministério Público, ele seria nomeado. É preciso que isso ou ocorra ou que se sepulte esse assunto. O que não dá para ficar é um cadáver insepulto”, disse.

Terça feira...



GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - ASSECOM

NOTA 
Natal (RN), 31 de março de 2015.
Nota de pesar do Governador Robinson Faria
Com profunda consternação, externo meu pesar pela perda dos servidores da Secretaria de Estado da Infraestrutura, falecidos de forma trágica na tarde desta segunda-feira, 30.
Quero manifestar minha solidariedade e apoio aos familiares das vítimas: o motorista Maxwel Barbosa de Araújo, a engenheira Maria Lívia Oliveira Araújo e o engenheiro Rodolfo Campos Cavalcanti. Neste momento de profunda dor, unimos nossos pensamentos e elevamos nossas orações a Deus, pedindo o conforto necessário aos parentes e amigos.
Também manifesto solidariedade e apoio à concluinte de arquitetura Ana Beatriz Lima Câmara, que sobreviveu.
Em sinal de respeito aos que se foram, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte decreta Luto Oficial de três dias.
DO BLOG: Com profundo pesar, apresentou minha solidariedade ao casal Emanoel Cavalcanti\Socorrinho pela perda trágica do filho Rodolfo. Que Deus, em sua infinita misericórdia, conforte toda a família.
Câmara caminha para reduzir maioridade penal
 Brasília (AE) - Depois de três sessões tumultuadas na semana passada interrompidas por bate-boca entre deputados e manobras regimentais de deputados ligados a área de direitos humanos, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara definiu ontem que a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, será colocada nesta terça-feira em votação sem mais debates.

A avaliação dos líderes partidários é que a proposta será aprovada e abrirá caminho para mudança. Uma vez definida que a PEC não é inconstitucional, será criada uma comissão especial para discutir o tema antes que ele seja colocado em votação no Plenário. Isso pode demorar até 40 sessões. Deputados do PT, PCdoB, Psol, PSB e a liderança do governo na Casa tentaram ontem postergar novamente a decisão, mas foram derrotados.

Antes do inicio da sessão, que durou toda a tarde, os manifestantes foram proibidos de entrar no Plenário. A Polícia Legislativa permitiu que apenas 15 ativistas contra e 15 a favor participassem do debate. A ideia frustrou a União Brasileira de Estudantes de Secundaristas (UBES), que levou 60 militantes uniformizados para a Câmara. A deputada Keiko Ota (PSB-SP), que teve o filho de oito assassinado, também levou uma claque uniformizada, mas para defender a redução da maioridade. 

Por 43 votos a 7, a Comissão decidiu encerrar a discussão e ir direto ao voto nesta terça-feira. “O prognóstico é muito ruim para a votação. Os números mostram que a maioria quer aprovar a admissibilidade á PEC e reduzir a maioridade penal”, reconhece o deputado Alessandro Molon (PT-RJ), vice líder da bancada do PT.

Criminosos invadem casa e matam menina de 4 anos em Muriú

 

 Uma menina de quatro anos foi morta a tiros dentro de casa na noite desta segunda-feira (30) na praia de Muriú, no litoral Norte do estado. Segundo a Polícia Militar, quatro homens armados teriam invadido o local onde a criança, identificada como Evelin Vitória Pereira da Cruz, estava com a mãe, dois irmãos - sendo um de dois anos e outro um adolescente de 13 - e o pai, quando foram alvo dos criminosos.
De acordo com a PM, testemunhas relataram que os criminosos os suspeitos chegaram ao local procurando pelos pais de Evelin. Ao perceber que estavam armados, o pai da criança fugiu pulando o muro da área externa da casa. Os bandidos então abriram fogo e atingiram a mãe e os três filhos que ficaram no imóvel.

Ainda segundo a polícia, a criança ainda teria tentado fugir, mas terminou sendo morta em um dos quartos da casa.

Os criminosos conseguiram fugir usando um carro não identificado. Os dois irmãos de Evelin e a mãe foram socorridos para o Pronto Socorro Clóvis Sarinho, no bairro do Tirol, em Natal.

Após o crime, a Polícia Militar deu início às diligências na região em busca dos suspeitos, porém, ainda não há maiores informações sobre os criminosos. A PM suspeita que o crime possa ter sido um acerto de contas.


 


segunda-feira, 30 de março de 2015

Em dia...



Governo começa a pagar servidores
O Governo do Estado começa a pagar os salários dos servidores inativos e pensionistas nesta segunda-feira (30), a partir das 11h. A informação foi confirmada pelo secretário estadual de Planejamento e Finanças, Gustavo Nogueira, que garantiu o pagamento dos funcionários ativos para amanhã (31). Para esse mês, o Executivo também utilizará recursos da previdência para garantir o cumprimento das obrigações.
 De acordo com Gustavo Nogueira, ainda não há a definição sobre os valores que serão utilizados do fundo previdenciário para o pagamento dos salários dos servidores, mas a tendência é que os valores sejam menores do que o mês de fevereiro, quando foram sacados R$ 45 milhões e repostos R$ 40 milhões.

"Estou aguardando o encerramento das contribuições dos órgãos para que tenhamos os números fechados. Mas os salários vão entrar normalmente", garantiu Nogueira, lembrando que o STF considerou constitucional a unificação dos fundos Financeiro e Previdenciário do Rio Grande do Norte.
FORÇA E LUZ VOLTA A SEGUNDA DIVISÃO
Com uma campanha abaixo do esperado pela Direção e Comissão Técnica, time do Força e Luz não conseguiu se manter na elite do futebol potiguar. Nos dois jogos que decidiriam quem ficaria com a vaga – Força e Luz e Corinthians de Caicó, deu o Galo do Seridó.
As duas partidas extras entre os dois clubes, o Força e Luz venceu a primeira, no Barrettão, pelo escore de 1 x 0; e o Corinthians no jogo de volta bateu o time ‘elétrico’ pelo placar de 2 x 0, garantindo, portanto, sua permanência no campeonato principal promovido pela FNF em 2106.
 POLÍTICA AGE E PRENDE DOIS EM MARACAJAÚ
Maracajaú volta se preocupar com ondas de assaltos. Semana que passou houve até uma ação da Política Militar coibindo e apreendendo motos e veículos que estavam trafegando de forma irregulares. População aplaudiu ação da Polícia.
A escola municipal Professor Calixto foi arrombada por dois meliantes, que levaram o fogão industrial. A Polícia foi ágil mais uma vez efetuando a prisão dos dois, que foram levados a DP da zona norte de Natal. Tenente Santos vem fazendo bom trabalho na segurança pública que precisa melhorar. A instalação das câmeras de segurança pela Prefeitura dará mais tranquilidade a todos.

 Vai comprar um carro usado? Veja o que deve ser checado para um bom negócio

Fim da redução do IPI, desvalorização do real e aumento da energia elétrica são algum dos motivos para o aumento recente do preço dos carros novos. Ficou difícil encontrar um um carro popular completo por menos de R$ 30 mil, mas optar por um usado “seminovo” pode ser uma saída para ter um carro com mais desempenho e conforto e que ainda se encaixe no orçamento.

Carros com dois ou três anos de uso de segunda mão são uma boa opção. Hoje, é possível encontrar modelos ainda em linha e sem mudanças, como Chevrolet Onix, Hyundai HB20 e o novo Fiat Palio, pouco rodados, em bom estado e bem equipados por cerca de R$ 30 mil. Novos, podem passar dos R$ 40 mil.
Mas a escolha de um carro que já foi de outra pessoa requer alguns cuidados para que o negócio seja realmente bom. Confira algumas dicas para escolher um carro usado:
- Quilometragem
Verifique se a quilometragem do carro é compatível ao desgaste de volante, pedais e outras partes que costumam ter contato constante com o motorista. Por exemplo, pedais e volante dificilmente apresentarão desgaste com menos de 30 mil quilômetros rodados. Se houver, pode ser sinal de que houve alteração na quilometragem do carro.
 Pneus
Os pneus também podem indicar alterações no hodômetro. Eles duram, entre 30 mil e 40 mil km. Um carro com 20 mil km com pneus novos pode indicar que este carro rodou mais do que isso.
 Manutenção
Procure saber o histórico de manutenção, solicite o manual de revisão e, se possível, peça a um mecânico para verificar se o veículo sofreu avarias graves. Existe sites que com serviços de checagem do histórico do carro, capazes de mostrar até se o carro se envolveu em sinistros.
 Garantias
Aproveite o manual para ver a data da compra e informe-se sobre a garantia de fábrica do veículo, que pode estar em vigor – há carros com até seis anos de garantia – se todas as revisões tiverem sido feitas no tempo correto nas concessionárias.
 Ruídos
Peça para dar uma volta no carro e observe se há ruídos internos ou na suspensão. Afinal, você não sabe se o antigo dono era cuidadoso com o carro nem por onde ele passou.
 Freios
Aproveite a volta para verificar os freios. Se o curso do pedal até o freio começar a atuar for muito grande, os freios estão ineficientes. Se o carro tiver ABS, procure uma rua vazia, e, andando a cerca de 40 km/h, pise com força no freio. Se o pedal trepidar, é sinal de que o ABS está funcionando bem, se o carro derrapar é porque o sistema não está atuando.
 Câmbio
Se o carro for automático, fique de olho nas trocas de marcha. Se fizer trancos nas trocas e/ou a rotação ficar alta demais (acima de 4 mil rpm), leve o carro a um especialista antes da compra. Em geral, os automáticos acende uma luz-espia no painel quando algo está errado com o câmbio.
 Forrações
Atenção para o estado das forrações, inclusive do porta-malas. Carros que estiveram em enchetes podem ter bancos e carpete manchados. Levante as borrachas que vedam as portas. Se houver vestígios de lama, é sinal de que o mergulho foi sério. Também é válido passar a mão na parte de trás dos pedais.
 ABS
Se o carro tiver ABS, procure uma rua vazia, e, andando sozinho no carro, a cerca de 40 km/h, pise com força no freio. Se o pedal trepidar, é sinal de que o ABS está funcionando bem. Caso contrário, há chances de ser feito no módulo, o que significará (muitos) gastos.
 Arranhões
Arranhões nos para-choques e pequenos amassados podem não ser um problema, mas serviços de lanternagem mal feitos, com marcas e pintura irregular desvalorizam o carro.