quinta-feira, 24 de maio de 2018

Greve amarga, mas as vezes é necessário....


MESMO COM BAIXO ÍNDICE NA PREFERÊNCIA POPULAR, MDB APOSTA EM NOME DO EX-MINISTRO DA FAZENDA DOS GOVERNOS TEMER E LULA, HENRIQUE MEIRELLES.
Eleição 2018
Garibaldi elogia Meirelles como nome do MDB para candidatura à Presidência
Senador potiguar afirma que decisão foi apoiada pelos diretórios estaduais da sigla e que, agora, pré-candidato precisa trabalhar para viabilizar candidatura.

O ex-ministro da Fazenda do Governo Temer, Henrique Meirelles foi oficializado no início da semana como o nome do MDB para a candidatura à Presidente da República. Uma “boa escolha”, na avaliação do senador potiguar Garibaldi Alves Filho, presidente da sigla no Rio Grande do Norte.
“A escolha de Meirelles foi decisão convergente do MDB. O partido já vinha alinhado nacionalmente em torno do ex-ministro, com exceção de um ou outro diretório estadual”, afirmou Garibaldi Alves Filho, ressaltando que o próximo passo agora é “aguardar o desenrolar dos fatos e trabalhar para viabilizar a candidatura de Meirelles nacionalmente”.
Essa necessidade de “trabalhar” o nome de Henrique Meirelles tem sido uma preocupação real dos diretórios locais. O próprio Garibaldi Filho afirmou em entrevista recente que tanta a possível, na época, candidatura à reeleição do presidente Michel Temer, quanto a do ex-ministro, tinham pouco tempo para se viabilizar. “O tempo está conspirando contra esses projetos”, disse.

No início da semana, Temer confirmou que não será candidato e oficializou Henrique Meirelles como nome do MDB. Coincidentemente, um dos primeiros compromissos do ex-ministro após essa oficialização será em Natal, no centenário da Assembleia de Deus, comemorado no sábado (26).
COM NOVA PARALISAÇÃO PREVISTA PARA PRÓXIMA SEMANA, DESABASTECIMENTO É FATO. SOCIEDADE APOIA MOVIMENTO. 
Sem acordo
Ânimo na reunião sobre caminhoneiros esquenta e pode acabar sem trégua
Durante reunião que busca alternativa para acabar com greve, presidente da Associação dos Caminhoneiros, José da Fonseca Lopes, se exaltou e afirmou que não aceita acordo.

Mais uma rodada de negociações acontece nesta quinta-feira, 24, no Palácio do Planalto em busca de uma alternativa para acabar com a greve dos caminhoneiros. Porém, a reunião pode acabar sem a esperada trégua. O presidente da Associação dos Caminhoneiros, Abcam, José da Fonseca Lopes, se exaltou e afirmou que não aceita o acordo. Em seguida abandou o local.
A reunião acontece com os ministros Carlos Marun (Governo), Eliseu Padilha (Casa Civil), Valter Casimiro (Transportes) e general Etchegoyen (GSI). O governo está garantindo 30% do transporte da Conab para cooperativas de caminhoneiros, liberação da cobrança do terceiro eixo suspenso nos pedágios de todo o País, prometendo que a política de aumento/revisão de preços não será mais diária (no mínimo, quinzenal) e confirmando a redução inicial de 10% do preço do diesel pela Petrobrás.
Do grupo de parlamentares que participavam das discussões, só cinco deputados ficaram em Brasília para ajudar nas conciliações: Osmar Terra, Valdir Colatto, Marcelo Squassoni, Assis do Couto e Alfredo Kaefer. (Naira Trindade) Fonte: Agora RN

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Prepare sua torcida...

Folga
TJRN fixa ponto facultativo em dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo
Judiciário justifica que o evento concentra as atenções da população de nosso país, em especial quando da participação da seleção brasileira.

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) decretou ponto facultativo em dia de jogo da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo, que acontece no período de 14 de junho a 15 de julho de 2018.
Segundo a portaria publicada nesta terça-feira, 23, no Diário da Justiça, o evento concentra as atenções da população de nosso país, em especial quando da participação da seleção brasileira, em razão de o “futebol estar intimamente ligado à cultura nacional”.
Dois dias de pontos facultativos já foram definidos. O dia 22 de junho e o dia 27 de junho. As datas são referentes aos jogos da seleção brasileira contra Costa Rica e Sérvia, respectivamente. Nestes dias, o expediente será das 8h às 13h.
A partir da classificação da seleção brasileira para as fases seguintes da competição, o TJRN já estabeleceu que não haverá expediente nas unidades do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte nos dias em que o time do técnico Tite tenha jogos que se iniciarem às 9h, 11h ou 12h. No entanto, se o início dos jogos da Seleção Brasileira de Futebol se der às 15h, o horário do expediente será das 8h às 13h.

Ainda de acordo com o judiciário, os prazos que porventura devam se iniciar ou se completam nos dias de jogos ficam automaticamente prorrogados para o primeiro dia útil subsequente. As medidas urgentes serão atendidas mediante plantão judiciário.

Manifestação
Em protesto, empresas de ônibus suspendem viagens na rodoviária de Natal
Com a suspensão do serviço cerca de 2,5 pessoas ficarão prejudicadas. A manifestação é exclusiva das 8 empresas de transporte, a rodoviária não tem ligação com o ato.
Empresários e motoristas realizaram protesto contra o aumento do óleo diesel e suspenderam as 150 viagens previstas para esta quarta-feira, 23, na rodoviária de Natal, na Cidade da Esperança. Os rodoviários pretendem sair em carreata até Parnamirim onde será realizada uma manifestação junto com os caminhoneiros na BR-101.
Segundo o Sindicato de Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Rio Grande do Norte (Setrans) o valor do combustível está tornando a atividade inviável. Com a suspensão do serviço cerca de 2,5 pessoas ficarão prejudicadas. A manifestação é exclusiva das 8 empresas de transporte, a rodoviária não tem ligação com o ato.

terça-feira, 22 de maio de 2018

Informações para sua reflexão...

O ANTAGONISTA
MPF pede multiplicação de multa de Bolsonaro por seis
O MPF pediu ao TRF-2 que aumente de R$ 50 mil para R$ 300 mil a multa imposta a Jair Bolsonaro por declarações alegadamente ofensivas a negros, quilombolas, migrantes, mulheres e LGBTs em palestra proferida no Rio de Janeiro há um ano, informa o Estadão.
“Chega a ser tristemente irônico que as mensagens injuriosas tenham sido lançadas em recinto que congrega grupo dos mais perseguidos na história”, afirmou o procurador regional André Terrigno no parecer do MPF, referindo-se ao Clube Hebraica, da comunidade judaica.
“É o binômio perseguição/resistência que tem caracterizado os judeus na história, a culminar com o horrendo genocídio nazista do século passado. Talvez o réu nem tenha atentado para o fato de que também os judeus foram animalizados e, sob a ótica nazista, não servissem nem para a reprodução.”
Três recursos ainda serão julgados: o do MPF, contra o valor estabelecido pela 26ª Vara Federal do Rio; um da defesa, que alega que Bolsonaro tem imunidade parlamentar, liberdade de expressão e que não teria havido ato ilícito a ser indenizado; um da Fundação Cultural Palmares, que requer maior indenização e honorários para a advocacia pública.

URGENTE: TJ-MG DECRETA PRISÃO DE AZEREDO

Três dos cinco desembargadores do TJ-MG rejeitaram o último recurso de Eduardo Azeredo e determinaram a prisão do ex-governador tucano.
O desembargador Pedro Vergara também votou pela expedição de prisão imediata, seguindo o relator Julio César Lorens e o revisor Alexandre Victor de Carvalho.

Temas relacionados:

Gleisi convoca ato para lançamento da candidatura de Lula
Gleisi Hoffmann gravou um vídeo pedindo para os petistas organizarem um ato “na praça, na rua, em um bairro”, no dia 27 de maio, pela candidatura de Lula.
Segundo a petista, será o “dia nacional de dizermos em todos os municípios que Lula é o nosso candidato a presidente”.

Os amigos de Maduro

A ditadura de Nicolás Maduro pode resistir por muito tempo, por causa de Rússia, China e Cuba.
Rubens Ricupero disse para a BBC:
“Quem está bancando a Venezuela até hoje são China e Rússia, ajudando com empréstimos. Do lado da segurança, Cuba tem um número muito grande de funcionários que dão toda orientação e fornecem um aparato repressivo muito poderoso.”
É sempre bom lembrar, porém, que quem botou Nicolás Maduro no poder foi Lula, com propina da Odebrecht.

A Petrobras pós-LavaJato
A Petrobras vai lançar uma campanha publicitária sobre a moralização da empresa pós-Lava Jato, publica o Estadão.
A peça custou R$ 32 milhões e será veiculada nos próximos dias.

Fachin vota pela condenação de Meurer
Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, acaba de votar pela condenação de Nelson Meurer na sessão de hoje da Segunda Turma.
Para Fachin, o deputado do PP paranaense cometeu 31 vezes o crime de corrupção passiva e oito vezes o de lavagem de dinheiro.
Celso de Mello, o revisor da ação penal, está votando agora.


Tempo é outro...


MPF promove busca e apreensão na Prefeitura de Ceará-Mirim


Por Robson Pires,
O Ministério Público Federal (MPF) obteve um mandado de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Ceará-Mirim, localizada a 28 quilômetros de Natal. O objetivo foi recolher material que possa subsidiar as investigações sobre possíveis irregularidades em um contrato de prestação de “serviços de transporte de estudantes e passageiros diversos”, firmado em 2016. O mandado foi cumprido por oficiais de Justiça e servidores do próprio MPF, na manhã desta terça-feira (22).

O contrato sob investigação, no valor total de R$ 499 mil, foi assinado em 2016 após o Município promover duas dispensas emergenciais de licitação, supostamente beneficiando uma empresa que havia sido derrotada no pregão presencial inicialmente realizado. Há ainda denúncias referentes à qualidade do serviço prestado e à forma de pagamento dos funcionários.

Omissão – Assim que a investigação teve início no MPF, um ofício foi encaminhado à Prefeitura de Ceará-Mirim – tendo sido recebido em 1º de junho de 2016 – e não resultou em qualquer resposta por parte do então chefe do Executivo. Um segundo ofício foi remetido em setembro do mesmo ano, também sem resposta, e reiterado por um terceiro, em setembro de 2017.
Somente em novembro do ano passado houve uma manifestação do Município, porém se limitando a informar que havia um grande volume de documentos referentes ao período solicitado e pedindo um prazo ainda maior para localização e envio dos arquivos relacionados à contratação. Desde então, nenhum outro comunicado chegou ao MPF. A omissão levou o procurador da República Felipe Siman a requerer, em março, a medida de busca a apreensão

“(…) verifica-se de forma inconteste que as requisições do MPF foram todas desatendidas, não havendo outro meio, senão o ajuizamento da presente medida, sobretudo em vista das informações trazidas ao nosso conhecimento pela representação”, reforçou o representante do MPF, em seu pedido, acatado pela Justiça Federal. O procurador acrescentou que, “diante de todo o contexto, não é desarrazoado acreditar que agentes públicos da Prefeitura de Ceará-Mirim estão ocultando documentos que são do interesse da investigação e determinantes para o esclarecimento dos fatos”.

O material recolhido será anexado ao Inquérito Civil nº 1.28.000.000747/2016-05 e posteriormente analisado.


segunda-feira, 21 de maio de 2018

Ótima semana para todos e todas...


ACESSE A MELHOR PROGRAMAÇÃO
 DO RÁDIO COMUNITÁRIO!

www.litotalfm87.com.br

BAIXE APLICATIVO EM SEU CELULAR

litoral fm 87

TAMBÉM EM: FM LITORAL 87.9, MARACAJAÚ!


Eleições 2018
PSDB, PR, PP e PSB podem formar coligação com 400 mil votos na proporcional 
Partidos caminham juntos para formar coligação proporcional e, consequentemente, também definir juntos apoio a chapa majoritária. Tucanos liderariam o grupo de 4 partidos e nove deputados.
Ezequiel, Ricardo Motta e George Soares são alguns dos deputados desse grupo candidatos a reeleição

As articulações para definição de chapas proporcionais para a eleição deste ano no Rio Grande do Norte ainda tem sido uma pedra no sapato de quase todas as chapas que estão em formação. Curiosamente, os únicos partidos que não têm chapa definida, composto por PSDB, PR, PP e PSB, caminham para formar uma coligação que pode alcançar a marca de 400 mil votos no pleito eleitoral para deputado estadual, considerando apenas as votações que os candidatos à reeleição tiveram na última disputa, em 2014.
A formação desse grupo, para muitos, inclusive, vai muito além de negociações de bastidor. Publicamente, não é segredo que PSB e PSDB caminham juntos desde o início do ano, com pessebistas presentes em eventos tucanos e vice-versa. Nem a condição de pré-candidato ao Governo do vice-governador Fabio Dantas (PSB), tem atrapalhado, até porque nas últimas semanas tem sido reforçada a tese que ele pode desistir disso para disputar outro cargo, como o Senado.
As parcerias entre o PSDB e o PP e o PR também são públicas. Há duas semanas, a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), e o marido dela, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, estiveram em reunião com os tucanos Ezequiel Ferreira (presidente estadual da sigla), Gustavo Carvalho e Larissa Rosado. A pauta do encontro foi a aliança para a proporcional, assim como a reunião ocorrida entre Ezequiel e João Maia, presidente estadual do PR, alguns dias depois.
No caso do PR, inclusive, a coligação ainda é mais clara. João Maia, em entrevistas alguns dias depois, confirmou que os partidos deverão sim caminhar juntos e, aliados na proporcional, discutir quem apoiarão para o Governo do RN. “Tenho entendimento com o presidente do PSDB, o deputado Ezequiel, para ver se fazemos um esforço se PR e PSDB tomam uma decisão conjunta e convence outros partidos em cima de outros projetos. Nós vamos tentar definir a chapa majoritária conjuntamente”, afirmou João Maia.
VOTOS EM 2014

O cálculo de previsão de quase 400 mil votos se baseia na soma das votações que os deputados estaduais dessas siglas (e que são candidatos a reeleição), tiveram em 2014. Ricardo Motta, do PSB, teve 80 mil votos. No PSDB, Ezequiel Ferreira (59,4 mil), Tomba Farias (48,9 mil), Gustavo Carvalho (57,7 mil), Gustavo Fernandes (42,9 mil), José Dias (37,8 mil), Marcia Maia (36,9 mil), Raimundo Fernandes (35,3 mil) e Larissa Rosado (32,8 mil). Há, ainda, os votos de George Soares, do PR, com 38,6 mil. O PP não teve deputados eleitos no último pleito.

Eleições 2018
Styvenson revela receio de decepcionar família ao ingressar para a política
Antes algo totalmente descartado, ingresso na vida política é algo que tem deixado o capitão da PM em dúvida por conta das cobranças que recebe nas ruas, todos os dias.

Ser ou não ser político. Eis a questão. Essa é a dúvida que surgiu na vida do capitão da Polícia Militar, Styvenson Valentim (sem partido), nos últimos tempos. Mais precisamente, desde que ele ocupou a escola estadual Maria Ilka, no Bom Pastor, e mudou a vida dos estudantes, dos pais e dos professores da instituição. E tendo até as convenções partidárias para decidir se vai se lançar ou não candidato, Styvenson pondera que a cobrança pública e a resistência familiar tem sido os principais pesos na balança da decisão.
“Na verdade não é que quero ou não quero ser candidato. Em 2016 eu era convicto de não entrar mas agora muitas situações mudaram como na PM e pressão social então estou avaliando a situação. Não é fácil dizer não tantas pessoas que acreditam e confiam em mim e no trabalho que fiz até agora no meu setor público”, afirmou o capitão da PM, em contato exclusivo com o Agora RN. “Penso no meu casamento, penso na minha mãe, penso em todos que acreditam em mim por isso não é fácil ficar entre o pedido público e minha vida privada minha vida pessoal”, revelou.
Styvenson negou que fizesse o que faz hoje, a ocupação na escola, para ganhar voto ou popularidade. “Se assim fosse, estaria fazendo charme por que? Ou não será a verdade eu estar avaliando se meu sacrifício de deixar a Polícia Militar tudo que fiz, minha reputação construída até aqui com trabalho e seriedade, minha família e minha pouca paz que ainda tenho, para assumir um grande compromisso público pelo vontade popular de fazer um trabalho tão eficiente o quanto fiz até aqui? Precisa ser pensado, pesado e bem decidido porque não se trata de status, nem poder, nem tampouco dinheiro e sim de esperança e confiança de muitas pessoas”, afirmou.
Para “ilustrar” o que diz, o capitão da PM fala da última polêmica que se envolveu, ao não utilizar o cinto de segurança dentro de uma viatura da polícia. “Dizem que estava dirigindo sem estar. Tentam de todas as formas me denegri. O que eu fiz de mal para essas pessoas? Que raiva ou ódio é esse por mim? Só faço meu trabalho e ainda ajudo pessoas. Quando estava na lei seca fazendo blitz parando condutores com potencial de cometer acidente eu era criticado”, relembrou.
Apesar de toda essa indecisão e das críticas que diz sofrer, não há o que se negar que Styvenson tem sido um sucesso nas redes sociais. A página dele no Facebook tem mais de 92 mil curtidas, mais que os pré-candidatos ao Governo Fabio Dantas (PSB), Carlos Eduardo Alves (PDT) e Carlos Alberto (PSOL), além do proprio governador Robinson Faria (PSD). O vídeo do pronunciamento dele na Câmara Municipal de Natal sobre a ocupação da escola Maria Ilka tem mais de 15 mil compartilhamentos e foi visto por mais de 400 mil perfis na rede social.
E como se trata de um militar da ativa, Styvenson Valentim tem até as convenções para definir se será ou não candidato. E nem precisará ser filiado a algum partido para isso, basta ter sua candidatura homologada por alguma sigla (só precisa se filiar após a eleição). Até lá, ao que parece, a dúvida vai continuar na cabeça do PM. Fonte: Agora RN

CEARÁ-MIRIM

PRESIDENTE DA CÂMARA, RONALDO VENÂNCIO(PV) SUGERE AO EXECUTIVO CRIAÇÃO DE UM CALENDÁRIO COM OS EVENTOS ESPORTIVO E CULTURAL DO MUNICÍPIO

Criar um calendário festivo com os eventos esportivo e cultural do município de Ceará-Mirim.
A sugestão é do presidente da Câmara Municipal, vereador Ronaldo Venâncio-PV, ao Poder Executivo Municipal.
Para tanto, ele apresentou indicação durante a sessão ordinária da Casa na última quinta-feira 17 de maio.
De acordo com o parlamentar, o Executivo deverá organizar e publicar, a cada ano, um calendário festivo no qual deverá constar todos os acontecimentos dos eventos esportivo e cultural e datas comemorativas instituídas por leis ou decretos municipais, além daqueles já tradicionalmente realizados no município.
Para o presidente Ronaldo Venâncio, a criação deste calendário facilitaria a organização dos eventos e melhoraria a qualidade das competições.
Durante a sessão, também foi aprovada a seguinte indicação do vereador Ronaldo: 310/2018 solicitando visitas ostensivas dos Agentes de Endemias, bem como, a circulação de carro fumacê no distrito de Capela, com o objetivo de combater o Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

"Quanto mais cabras, mais cabritos"...

Senado aprova projeto de criação de novos municípios, vetado duas vezes por Dilma

Relator prevê que proposta permitirá criação de cerca de 200 novos municípios no país.


BRASÍLIA — Com o apoio do PT e PMDB, o Senado derrotou o governo e aprovou nesta quarta-feira projeto de lei complementar de autoria do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), que define regras para a criação, a incorporação, a fusão e o desmembramento de municípios. A previsão do relator, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), é que o projeto permitirá a criação de cerca de 200 novos municípios. Dois projetos semelhantes já foram vetados pela presidente Dilma Rousseff em 2013 e 2014.
— Peço que a presidente Dilma não vete o projeto pela terceira vez e respeite a vontade do Congresso. Se vetar, o veto será derrubado. O distrito de Castelo dos Sonhos pertence ao município de Altamira, que fica a 1110 quilômetros de distância — defendeu Flexa Ribeiro.
No último projeto aprovado no Congresso em 2014 e vetado por Dilma, de autoria do ex- senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) , o governo dizia que a proposta dava margem à criação de mais de 400 municípios, provocando impacto nas finanças públicas de cerca de R$ 9 bilhões, por conta da repartição dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
— É um projeto inadequado para o momento que o País vive hoje. Sei que tem realidades regionais que precisam ser atendidas. Mas seriam criados pelo menos 410 novos municípios e a primeira consequência seria a criação de mais cargos de prefeitos, vereadores, cargos comissionados, mais políticos — criticou o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), encaminhando voto contrário.
— É falácia dizer que vai criar despesa nova. Não vai gerar um centavo de custo. Vai sair tudo das parcelas do FPM e FPE — defendeu Raupp.
Mas tanto Flexa quanto Raupp argumentaram que a nova proposta aprovada hoje tem regras rigorosas e permitirá a criação de apenas 180 a 200 novos municípios. A farra da criação de novos municípios foi interrompida em 1996, quando emenda constitucional aprovada exigiu a aprovação de lei federal traçando os novos critérios para a criação, incorporação e desmembramentos de municípios a serem seguidos pelas Assembleias estaduais.
O senador Blairo Maggi (PR-MT) defendeu a aprovação, também alegando que nas regiões do Centro-Oeste e Norte há muitos distritos que ficam a 300 ou mais quilômetros de seus municípios, e não tem um parlamentar local para atender as necessidades da população.
— Eu sou contra por entender que o contribuinte quer ver seu dinheiro aplicado em saúde e educação. E não com mais vereadores, cargos comissionados e prefeitos — criticou o senador Reguffe (PDT-DF).
— O Distrito Federal não pode criar municípios. Então sugiro que o senador Reguffe, tão preocupado em economizar, que proponha uma emenda extinguindo os cargos de senador e deputado do Distrito Federal — rebateu Flexa Ribeiro.
O projeto estabelece que a criação, incorporação, fusão e desmembramento de municípios dependerão da realização de Estudo de Viabilidade Municipal - capacidade de gerar renda própria, por exemplo - e consultar, via plebiscito, as populações dos municípios envolvidos. O requerimento defendendo a emancipação tem que ter, no mínimo, a assinatura de 20% dos eleitores da localidade, além da consulta via plebiscito.
Nos casos de fusão ou incorporação, o cálculo da quota do FPM destinada ao município resultante será alterado progressivamente, ao longo de 23 anos.

O projeto exige ainda, para a criação de município, que seja comprovado que tanto os novos municípios quanto os municípios preexistentes que perderem população possuirão, após a criação, população igual ou superior aos seguintes quantitativos mínimos regionais: Regiões Norte e Centro-Oeste: 6 mil habitantes; Região Nordeste: 12 mil habitantes; e Regiões Sul e Sudeste: 20 mil habitantes. Fonte: O globo

Bom final de semana...





Quem pode, pode!

Final de semana com prováveis surpresas nos bastidores do verde vale. Quem pensa que já viu de tudo na taba, ledo engano! Nomeação do ex-secretário de esporte do governo Peixoto, Neto Coutinho à CODESP, segundo uma fonte, lideranças políticas ligadas ao Governo do Estado, na terra do saudoso Edgar Varela, não engoliu e, ao que o blog foi informado, não admite que o Seridó, interfira na região litoral agreste potiguar.

Para algumas lideranças do vale verde, que se quer foram avisadas, e, ao menos consultadas, sobre nomeação do ex-secretário do governo Peixoto, para CODESP, na ‘onda’ política, foi um desrespeito e desatenção às lideranças política do Ceará Mirim.
Por essa e outras que, sem um DEPUTADO ESTADUAL do Município na Assembleia Legislativa, Ceará Mirim estará sempre vulnerável a esse tipo de situação. Com todo respeito, um ‘Observador’ da cena política de CM, que conversou com o Blog, disse: ‘Virou casa de mãe de Joana’!

Não se discute mérito da indicação de Neto Coutinho, até porque, ele tem experiência vasta na área do desporto escolar e eventos, por ter servido ao Governo do então prefeito Antônio Peixoto.

A exemplo do que diz Dr. Gláucio Tavares(PSOL), ‘o farelo do bolo é nada para Ceará Mirim’! Então, que muito em breve o município que tanto o saudoso Roberto Varela prestou relevantes serviços, venha ter na divisão do bolo, uma fatia. Por inteiro.


# Conjecturas políticas dos últimos dias, em relação à candidaturas a deputados estadual e federal de/ou por Ceará Mirim, sofre ‘revés’! Pré-candidatura do presidente do PSD(Ceará Mirim), ex-vereador Júlio César, para Federal, pelo andar da carruagem não chegará a convenção. Razões políticas.

# Na hipótese de Júlio desistir de sua candidatura à Federal, Ceará Mirim terá apenas Dr. Gláucio Tavares(PSOL) como opção. Já para Estadual, quadro ainda não está totalmente definido. Tem nomes no ‘tabuleiro’ político que, só as convenções, e a Justiça, darão palavra final.

# De volta, o ‘Observador’ da cena política do verde vale diz o seguinte: “Dos deputados estaduais que levarão votos de Ceará Mirim em outubro próximo, é o apoiado pela liderança do ex-secretário de esporte de Peixoto, Neto Coutinho”. Ou seja, deputado Vivaldo Costa, de Caicó.  

# Segundo algumas rodas de conversas pelo Baixo Vale e distritos do Ceará Mirim, inclusive, sede, nem o Presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza(PSDB), apoiado pelo Prefeito de Cruzeta, com liderança em Ceará Mirim, José Saly; Presidente da Câmara Municipal, Ronaldo Venâncio e vários colegas; vice-prefeita Zélia Santos, entre outras lideranças, darão menos votos que grupo apoiador do deputado Vivaldo Costa. Sim, até para apostar tem alguém chamando!        

# Política é sempre dinâmica. Já dizia saudoso Teodorico Bezerra: “Política é como uma nuvem, você olha para cima ela está de um jeito, olhou para baixo depois para cima, está de outro”! Pois bem, quem apostar que resultado do pleito eleitoral deste ano, será um desenho ou raio X para 2020, pode estar enganado. Tem pesquisa monitorada na praça!

# Manter-se coerente na vida pública é difícil, e complicado também. Agora, perder os princípios em função de benesses pessoais, isso o eleitor(a), não perdoam de quem quer que seja. Ser independente numa quadra política onde quase todos são rejeitados e estão na lama da corrupção, e, defender o indefensável de grupos políticos envolvidos em ilícitos, santa paciência! O povo não admite mais.    


NESSE SÁBADO, 19, PROGRAMA "MANHÃ LITORAL"!

A PARTIR DAS 9:00H...

PARTICIPAÇÃO DO OUVINTE PELO 3261-6241

ZAP ZAP: 99226-5202

TRANSMISSÃO AO VIVO PELO 
FACEBOOK DE IRAN COSTA
ACESSE: www.litoralfm87.com.br